Home > Notícias > Gühring > GÜHRING traça metas ambiciosas para o próximo biênio

GÜHRING traça metas ambiciosas para o próximo biênio

05/08/2018

Um dos objetivos acertados com a matriz é a de dobrar as vendas até 2020

Na contramão do mercado, que vive uma crise sem precedentes desde 2016, a Gühring Brasil não tem do que se queixar, visto que bateu novo recorde de vendas da filial brasileira. Isso é o resultado de grandes mudanças que a empresa vem promovendo nos últimos anos em seus negócios. Após a mudança de suas operações para Salto em 2014 – com exceção de 2015, que foi um ano de reestruturação – a empresa vem mostrando trajetória de crescimento. Em 2016 voltou aos patamares de 2013, pré-crise, com suas vendas em alta.

Em entrevista exclusiva para o portal Usinagem Brasil, o diretor-geral da Gühring Brasil, Jorge Jerônimo, ressaltou que a filial brasileira está presente em praticamente todos os novos projetos de motores e cabeçotes das montadoras, na maioria deles com participação expressiva. Desde o ano passado a Gühring vem adotando ações visando ampliar a produção, incluindo o aumento de turnos de trabalho. Estas, porém, foram insuficientes para atender à demanda crescente. “O que tem exigido muito de nossa capacidade são os novos projetos das montadoras, especialmente aqueles que envolveram a mudança de motores de ferro fundido para alumínio”, explica o executivo.

De acordo com Jerônimo, além desses projetos, a empresa também conquistou novos clientes em regime turn key em outros setores, como óleo e gás, alimentos e energia. “Este conjunto de contratos, somados a conquista de clientes na área de gerenciamento de ferramentas, promoveram uma demanda acentuada em nossa fábrica”, diz.

O resultado é que a filial espera obter expansão significativa em 2018. “Colocamos para este ano uma meta ambiciosa e estamos acima do previsto. Até aqui 2018 tem sido muito positivo. Apesar das incertezas político-econômicas, das eleições e da leve retração pós-greve, esperamos que o mercado mantenha o ritmo do primeiro semestre. Nossa expectativa é de crescimento de cerca de 40%”, informa. A Gühring está ampliando a sua produção de ferramentas especiais. No primeiro semestre duas novas máquinas entraram em operação e uma outra máquina é esperada para este segundo semestre.

Jerônimo se mostra bastante confiante de que os projetos nos quais a empresa está envolvida e as estratégias de negócios adotadas continuarão a dar bons resultados nos próximos anos. “Uma das metas acertadas com a nossa matriz é a de dobrar as vendas até 2020, em comparação ao faturamento obtido em 2017. Estamos no caminho de atingir esse objetivo”, afirma o executivo, adiantando que a empresa está se movimentando para anunciar algumas novidades importantes para o mercado brasileiro até o final deste ano.