Home > Notícias > Acontece > De olho no futuro

De olho no futuro

10/09/2019

A Gühring vem investindo pesado na capacitação da equipe e na modernização dos processos

De olho no futuro

A Gühring, um dos principais players do mercado mundial de ferramentas rotativas, está completando 30 anos de atuação no mercado brasileiro. Com unidade industrial própria, em Salto, interior paulista, a empresa tem colecionado vitórias e aprendizados nessa trajetória, o que fez com que se mantivesse na contramão das crises que vêm assolando o mercado brasileiro de ferramentas nos últimos anos. Um dos acertos foi a mudança das operações da empresa para Salto, em 2014, que estavam distribuídas em duas plantas industriais.

A empresa tem conseguido se manter em crescimento, apesar das dificuldades econômicas do país. “Nos últimos três anos, registramos crescimento na casa dos dois dígitos, num ritmo muito forte, surpreendendo a nossa matriz, na Alemanha”, diz Jorge Jerônimo, diretor-geral da Gühring Brasil.

Além das mudanças operacionais, a empresa investiu pesado na capacitação da equipe, na modernização dos processos, em produtividade e excelência. “Em vez de lamentar as dificuldades que a indústria vem passando, achamos melhor investir, acreditar e inovar”. Jerônimo lembra que o Brasil tem uma economia robusta, pois ocupa a oitava posição mundial, e tem também a oitava maior indústria automobilística do planeta.

O que vem exigindo alta capacidade produtiva da empresa são os novos projetos, especialmente aqueles que envolvem peças de alumínio. “Reorganizamos toda a estrutura de produção, não só para dar conta dos pedidos que demandam ferramentas PCD, como também para nos preparar para uma recuperação da economia”, diz.

Com esse objetivo, a empresa buscou parceiros para ampliar a capacidade de produção de ferramentas de PCD. Fechou no ano passado um acordo com a Tecno Tools, de Itu (SP), onde instalou novas máquinas afiadoras de 5 eixos. O mesmo foi feito na linha de produção da Gühring, em Salto. “Com isso, estamos participando da maioria dos projetos em curso que demandam ferramentas PCD”, explica o diretor-geral.

O setor de serviços é outra divisão forte da Gühring. Especialmente, o Gerenciamento de Ferramentas. “As empresas estão demandando redução de custos, otimização de processos produtivos e controle rigoroso no consumo de ferramentas. Através do gerenciamento de ferramentas, temos contribuído para os nossos clientes alcançarem os resultados planejados,” ressalta Jerônimo.

A Gühring ampliou ainda sua área de OEM (Original Equipment Manufacturer). Essa é uma das principais divisões de negócios da empresa para o mercado mundial, contando com mais de 120 especialistas para atender às demandas de novos processos de produção e customizações, além de engenharia simultânea com os fabricantes de máquinas e usuário final.

A empresa também investiu no mercado de MRO (Manutenção, Reparo e Operação). O Brasil foi um dos primeiros mercados em que a linha de ferramentas rotativas PowerLine foi lançada. Composta de brocas, fresas, machos, alargadores e escareadores em aço rápido (HSS) e em metal duro, a PowerLine vem atender principalmente ao mercado de pequenos prestadores de serviços de usinagem.

Mantendo o seu ritmo de crescimento e investimentos, a Gühring esteve presente na Expomafe2019 em um estande com 200 metros para mostrar suas novidades e receber os clientes. “Ficamos bastante satisfeitos, tanto pelos projetos que conquistamos como por termos recebido em nosso estande clientes com os quais, até então, tínhamos pouco relacionamento”.

Para comemorar os 30 anos de Brasil, a empresa vai promover um evento especial com seus colaboradores para celebrar as conquistas e também apresentar uma nova plataforma de trabalho para os próximos anos. “Precisamos inovar, ter qualidade e agilidade no atendimento para entregarmos projetos de excelência a qualquer segmento da indústria”, finaliza o executivo.