Ir à entrada do site Envie um e-mail Siga-nos no Facebook Assista à Gühring TV
 
 
NEWSLETTER
                                Curta a
  TV Gühring            nossa página YouTube Facebook
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Compartilhar em outras redes
ISO 9001 - GÜHRING ISO 9001
Home  /  Novidades  /  Gühring  /  Setor industrial recupera confiança  

Setor industrial recupera confiança


Segmento de bens duráveis foi o que apresentou melhora mais evidente

Um aumento de 0,7% na prévia do Índice de Confiança da Indústria (ICI), registrado em novembro diante dos números de outubro deste ano pode ser considerado um bom sinal, segundo o superintendente-adjunto de Ciclos Econômicos do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), Aloisio Campelo. No entanto, o especialista ressalvou de que ainda é um pouco cedo para saber com certeza se a tendência de melhora irá se sustentar nos próximos meses.

aumento de confiança

As projeções do Ibre/FGV, segundo Campelo, sinalizam que a atividade na indústria de transformação deverá crescer entre 1,5% e 2% até o final de 2013. Esse saldo, embora positivo, é insuficiente. “Para que houvesse um aumento na atividade industrial em 2013, que compensasse o recuo do ano passado, seria necessário um aumento superior a 1,5% em cada mês do quarto trimestre na produção da indústria de transformação. E isso seria muito difícil de acontecer”, afirmou.

A prévia englobou 804 empresas e, segundo Campelo, indicou aumento no número de segmentos industriais com saldo positivo de confiança, em comparação com o observado no terceiro trimestre do ano. Dentre os 14 gêneros industriais pesquisados para o cálculo do ICI, oito mostraram alta de confiança em outubro; e sete sinalizam agora aumento de confiança, na prévia de novembro.

O segmento de bens duráveis foi o que apresentou melhora mais evidente apesar do acúmulo de estoques que registrou no primeiro semestre do ano. A indústria de bens de capital não indicou melhora na prévia de novembro, e continua a mostrar sinais de desaceleração forte. Assim como mencionado em divulgações anteriores do indicador, o técnico reiterou que uma retomada sustentável na confiança da indústria somente seria possível com uma melhora mais generalizada em todas as categorias, o que ainda não está ocorrendo.

Fonte: Valor Econômico

 
 
Gühring Brasil ·  Av. Tranquillo Giannini, 1051  ·  Distrito Industrial  ·  13329-600 Salto, SP  ·  T 11 2842-3066 · F 11 2842-3091