Ir à entrada do site Envie um e-mail Siga-nos no Facebook Assista à Gühring TV
 
 
NEWSLETTER
                                Curta a
  TV Gühring            nossa página YouTube Facebook
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Compartilhar em outras redes
ISO 9001 - GÜHRING ISO 9001
Home  /  Novidades  /  Gühring  /  QUARTO SUPERÁVIT SEGUIDO  

QUARTO SUPERÁVIT SEGUIDO


Saldo positivo foi puxado pelas exportações de produtos básicos

 navio cargueiro

A balança comercial brasileira teve superávit US$ 2,365 bilhões em junho, um resultado positivo pelo quarto mês seguido. A cifra refere-se à diferença entre as exportações, que somaram US$ 20,468 bilhões, e as importações, que totalizaram US$ 18,103 bilhões no mês. Esse é o melhor saldo final da balança comercial para o mês desde 2011, quando o superávit alcançou US$ 4,428 bilhões. Os números foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). Somente na quarta semana de junho o saldo positivo da balança comercial foi de US$ 224 milhões, diferença entre os US$ 5,160 bilhões exportados e os US $ 4,936 bilhões derivados das importações. A média diária das exportações em junho, que corresponde ao valor negociado por dia útil, ficou em US$ 1,023 bilhão. O resultado de junho foi puxado principalmente pelas exportações de produtos básicos, que cresceu 9,5%.

As maiores quedas foram na comercialização de manufaturados e semimanufaturados, respectivamente 19,3% e 1,9%. No grupo dos não industrializados, o Brasil arrecadou mais vendendo petróleo bruto, carne suína, carne bovina, café em grão, soja em grão e farelo de soja.  No segmento dos industrializados, diminuíram os ganhos com plataforma para extração de petróleo, automóveis de passageiros, etanol e autopeças; motores para veículos e partes, motores e geradores elétricos, açúcar refinado, veículos de carga e polímeros plásticos. Nas importações, a média diária ficou em US$ 905,2 milhões. O Brasil importou menos bens de capital (queda de 17,7%), matérias-primas e intermediários (6,6%). As compras de combustíveis e lubrificantes aumentaram 43,3%. (fontes: Portal Brasil e Agência Brasil)

 
 
Gühring Brasil ·  Av. Tranquillo Giannini, 1051  ·  Distrito Industrial  ·  13329-600 Salto, SP  ·  T 11 2842-3066 · F 11 2842-3091