Ir à entrada do site Envie um e-mail Siga-nos no Facebook Assista à Gühring TV
 
 
NEWSLETTER
                                Curta a
  TV Gühring            nossa página YouTube Facebook
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Compartilhar em outras redes
ISO 9001 - GÜHRING ISO 9001
Home  /  Novidades  /  Gühring  /  PRODUTIVIDADE DO TRABALHADOR ESTÁ NA...  

PRODUTIVIDADE DO TRABALHADOR ESTÁ NA BERLINDA


Tema preocupa economistas de todo o mundo

Dados recentes divulgados pela entidade americana de pesquisas Conference Board mostram que a produtividade do trabalhador caiu pelo terceiro ano seguido em 2013 em todo o mundo. Cada trabalhador produziu 1,8% menos em bens e serviços do que em 2012. Por esse motivo, o assunto produtividade do trabalhador continua sendo o centro das preocupações da política econômica em alguns países.

trabalhador baixa produção

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A produtividade é uma medida de eficiência da produção, que calcula a relação entre o que é produzido, os meios empregados (como trabalhadores ou máquinas) e o tempo gasto – e permite a avaliação de quanto cada fator de produção contribui para produzir uma unidade de riqueza na economia.

Previsões otimistas em 2014 para economias avançadas estão fazendo com que alguns países busquem melhorar esse indicador – que estava em queda no mundo desde o começo da crise global em 2008 – para ajudá-los na retomada do seu crescimento. Na Grã-Bretanha, por exemplo, a produtividade do trabalhador passará a ser um dos indicadores a balizar decisões sobre a taxa de juros. Para o Federal Reserve (Fed), Banco Central dos EUA, o desafio da economia americana é fazer com que os salários dos trabalhadores acompanhem o aumento da produtividade. A China, considerada o "grande motor" da produtividade mundial na última década, trata o tema com muita prudência.

No Brasil, esse tema também está no centro da preocupação dos economistas. Em setembro do ano passado, o assunto foi pauta de uma edição especial de um boletim do Instituto de Pesquisa Econômica Avançada (Ipea), do governo federal. Na avaliação dos economistas, o Brasil possui atualmente uma combinação de baixo desemprego com lento ritmo de aceleração econômica. Assim, uma forma de fazer o país crescer seria melhorar a eficiência dos fatores de produção já existentes – como trabalhadores e empresas.

Os dados da Conference Board mostram que a produtividade do trabalhador brasileiro subiu levemente no ano passado, crescendo 0,8% depois de ter caído 0,4% no ano anterior e de se manter em uma média histórica baixa. Os números são fracos, se comparados com a produtividade do trabalhador chinês – que subiu 7,1% em 2013 e já atingiu 8,8% no começo da década. (Com informações da BBC Brasil)

 
 
Gühring Brasil ·  Av. Tranquillo Giannini, 1051  ·  Distrito Industrial  ·  13329-600 Salto, SP  ·  T 11 2842-3066 · F 11 2842-3091