Ir à entrada do site Envie um e-mail Siga-nos no Facebook Assista à Gühring TV
 
 
NEWSLETTER
                                Curta a
  TV Gühring            nossa página YouTube Facebook
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Compartilhar em outras redes
ISO 9001 - GÜHRING ISO 9001
Home  /  Novidades  /  Gühring  /  PAÍS PRECISA DE UMA POLÍTICA...  

PAÍS PRECISA DE UMA POLÍTICA INDUSTRIAL PERENE


A indústria não pode ficar à deriva conforme mudanças de governo

gráfico

O setor de máquinas e equipamentos está na UTI. Assim resume Carlos Pastoriza, presidente da Abimaq, reconhecendo que, nos últimos anos, apesar desse setor ter tido vários pleitos atendidos, como o PSI Finame, a desoneração da folha de pagamento e o Reintegra, os avanços ainda foram suficientes. “O setor de bens de capital está morrendo”, diz o executivo.

Segundo dados da Abimaq, o primeiro semestre de 2014 registrou queda de 30% nas vendas do setor no mercado interno, em comparação ao mesmo período do ano passado, configurando uma das mais fortes crises já vividas pelo segmento no Brasil.O segmento reclama das condições de câmbio e do custo Brasil.

“Somos uma indústria de cadeia longa, na qual todos os componentes do Custo Brasil incidem de 8 a 10 vezes. O tecido industrial encontra-se esgarçadíssimo e há necessidade de ajustes importantes”, justificou Pastoriza.

Para que os associados da entidade pudessem ouvir e questionar sobre o cenário que se desenha para os próximos anos, aprofundando as discussões sobre o ambiente macroeconômico e as medidas de política industrial, a Abimaq promoveu o evento “O próximo governo e a indústria”, com a presença dos economistas representantes dos presidenciáveis, Aécio Neves e Dilma Rousseff.

Na visão de Mario Bernardini, diretor de competitividade da Abimaq, é necessário restabelecer uma política industrial. “Mas uma política industrial de Estado e não de governo, que seja perene e não mude com as mudanças de governo”, argumentou.

Segundo Bernardini, o país não pode nem em sonho abrir mão da indústria e é importante que se reconheça que o atual governo contribuiu para a criação de um mercado interno forte, portanto, a nossa consciência é de que país desenvolvido, um país rico não abre mão da indústria nunca. “Não podemos parar a política que estava sendo feita e sim melhorar o processo”, concluiu o diretor da Abimaq.

 
 
Gühring Brasil ·  Av. Tranquillo Giannini, 1051  ·  Distrito Industrial  ·  13329-600 Salto, SP  ·  T 11 2842-3066 · F 11 2842-3091