Home > Notícias > Acontece > Novas perspectivas para o setor de ferramentas

Novas perspectivas para o setor de ferramentas

09/08/2016

Mercado pode começar a reagir ao longo do 2º semestre

“Ainda não estamos em crescimento, mas a produção industrial deixou de cair”, observa Milton Rezende, presidente da ABFA - Associação Brasileira da Indústria de Ferramentas e Abrasivos. O executivo acredita que o mercado industrial pode dar os primeiros sinais de reação ao longo deste segundo semestre.

Para Rezende o segundo semestre deve ser muito parecido com o mês de maio, ou seja, de estabilidade, o que já permitirá à indústria ‘respirar um pouco’. Assim, não é possível prever crescimento para 2016, o que deve ocorrer em 2017. “É grande a expectativa com as ações que o governo irá implementar. Por mais que se queira trabalhar, ainda é muito grande a dependência da indústria de decisões governamentais”, afirma.

Na visão do presidente da ABFA, a exportação será um fator fundamental para a retomada industrial no Brasil. “Se a política cambial for mantida vai viabilizar a exportação, inclusive de ferramentas”, afirma, acrescentando que uma grande empresa do setor está transferindo para o Brasil uma linha de produção que será voltada ao mercado externo. “O Brasil volta a ser interessante como base de exportação”, conclui o executivo. (fonte: Usinagem Brasil)