Ir à entrada do site Envie um e-mail Siga-nos no Facebook Assista à Gühring TV
 
 
NEWSLETTER
                                Curta a
  TV Gühring            nossa página YouTube Facebook
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Compartilhar em outras redes
ISO 9001 - GÜHRING ISO 9001
Home  /  Novidades  /  Gühring  /  Legislação trabalhista envelhecida...  

Legislação trabalhista envelhecida compromete o crescimento industrial


Sindicalistas e empresários reforçam a necessidade de mudanças

carteira trabalho

O Brasil precisa urgentemente atualizar sua legislação trabalhista. Essa foi a principal conclusão  do evento Fóruns Estadão Brasil Competitivo: Modernização do Trabalho, promovido pela Agência Estado e pelo jornal O Estado de S. Paulo, com o apoio da Confederação Nacional da Indústria (CNI). No encontro, sindicalistas e empresários alertaram que as regras atuais tiram a competitividade do Brasil no mundo.

Na avaliação de Adauto Duarte, diretor da Fiat do Brasil e diretor regional da Anfavea, se faz necessário um pacto político nacional como única forma de melhorar as relações trabalhistas no país, promovendo um diálogo tripartite, envolvendo empresas e sindicatos de um lado e, de outro, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, a valorização das negociações coletivas passa pela credibilidade e confiança que se constrói através das estruturas. Segundo ele, a pulverização das organizações sindicais, reflexo de uma estrutura envelhecida, mostra-se extremamente prejudicial para a construção de uma mesa de negociação estável e forte. “Este é um momento de repensar as estruturas", comentou.

No que tange à competitividade, o diretor da Fiat lembrou que, no cenário atual, as empresas disputam preços no mercado e que a inflação tem crescido acima desses preços e os custos, aumentado mais que o produto. Ele acrescentou que o sindicato com sua legitimidade tem defendido a sua base, mas que é preciso entender que o preço cai ainda mais com a entrada de novos concorrentes no mercado. Para Duarte, esse cenário demonstra que é preciso haver mudanças e observa que no mundo todo os conflitos trabalhistas encolheram.

Na visão de Mônica Messenberg, diretora de relações institucionais da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o aumento da produtividade da economia brasileira tem de passar necessariamente pela modernização da legislação trabalhista, a qual não acompanhou a evolução do país das últimas décadas. Mônica também ressaltou que a modernização das relações de trabalho é uma das agendas mais importantes no que diz respeito ao aumento da produtividade e consequente competitividade nacional. “Na última década, a produtividade do país permaneceu praticamente estável, enquanto a de países como a Coreia do Sul cresceu em média 5% ao ano. A legislação trabalhista é um fator estratégico que poderá dificultar ou induzir ganhos de produtividade no trabalho", completou. 

(Fonte: O Estado de S. Paulo)

 
 
Gühring Brasil ·  Av. Tranquillo Giannini, 1051  ·  Distrito Industrial  ·  13329-600 Salto, SP  ·  T 11 2842-3066 · F 11 2842-3091